sábado, 8 de setembro de 2018

Luto no jornalismo pernambucano: Morre aos 62 anos Graça Araújo

O que você achou? 

Graça Araújo é considerada um ícone do jornalismo pernambucano e deixará como exemplo sua dedicação, comprometimento, seriedade e amor pela sua profissão.

Morre, na tarde deste sábado(8), a jornalista e apresentadora pernambucana Graça Araújo.

A morte da jornalista foi confirmada pelo Hospital Esperança, onde Graça foi internada na noite da última quinta - feira (6), depois de sofrer um acidente vascular cerebral hemorrágico extenso enquanto fazia exercicios físicos numa academia de ginástica no bairro de Boa Viagem.

O velório que será aberto ao público, está marcado para começar a partir das 20h, deste sábado (8), no Cemitério Morada da Paz, em Paulista. A cerimônia de  cremação acontece a partir das 16h, do domingo (9), e será restrita para a família e os amigos mais íntimos.

Vida e Carreira:

Nascida em Itambé, cidade da Zona da Mata Norte de Pernambuco. Maria Gracilane Araújo da Silva, mas conhecida como Graça Araújo, foi ainda criança morar com a família em São Paulo, onde estudou e trabalhou em diferentes profissões antes de cursar jornalismo. 

Após a formatura, Graça Araújo veio para Recife e começou sua carreira no radiojornalismo na Rádio Clube como repórter.

Na TV, ela trabalhou na TV Globo, TV Manchete, TV Pernambuco e por último TV Jornal, onde estava há  26 anos e apresentou até a última quinta - feira (6), o TV Jornal Meio Dia.

Na Rádio Jornal, Graça apresentava o Programa Rádio Livre, há 17 anos.


Graça Araújo é considerada um ícone do jornalismo pernambucano e deixará como exemplo sua dedicação, comprometimento, seriedade e amor por sua profissão. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário