quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Morre o ator Caio Junqueira: corpo será enterrado nesta quinta (24)

O que você achou? 
Caio faleceu na manhã desta quarta-feira, vitima de complicações devido a um acidente automobilístico grave sofrido no último dia (16).


No início da manhã desta quarta-feira (23), faleceu o ator Caio Junqueira. O ator estava internado em um hospital no Rio de Janeiro, desde o último dia (16), depois de sofrer um grave acidente de carro.

O enterro do ator está previsto para acontecer no Cemitério São João Batista, localizado em Botafogo, Zona Sul do Rio de Janeiro, por volta das 10h30 desta quinta-feira (24).

O acidente


Caio seguia até o Centro do Rio de Janeiro, quando ao perder o controle do carro em que dirigia, subiu o meio-fio e capotou após bater em uma árvore. Como consequência do acidente, o ator ficou preso as ferragens e foi retido do veículo desacordado. 

Entre os ferimentos, Caio sofreu algumas faturas expostas, um trauma grave no tórax, precisou de doação de sangue e passou por duas delicadas cirurgias. 

Vida e carreira 


Natural do Rio de Janeiro, Caio de Lima Torres Junqueira, filho de Fábio Junqueira e Jonas Torres ambos atores, começou sua carreira ainda criança no ano de 1985 na TV Manchete no programa humorístico Tamanho Família.

E ao longo dos anos trilhou uma carreira consolidada na TV, no Teatro e no Cinema. 

Entre os seus trabalhos, teve destaque nacional interpretando o abolicionista Geraldo no remake de ''A Escrava Isaura'', produzida pela Rede Record em 2004, ganhou bastante projeção interpretando o aspirante Neto no Filme ''Tropa de Elite'' em 2007 e interpretou seu primeiro protagonista em 2010 também na Rede Record dando vida ao Joca em ''Ribeirão do Tempo''.

Ao todo, ele participou de mais de 25 produções televisivas, além de alguns curtas e pelo menos 15 longas.

Um dos seus últimos trabalhos foi o personagem Henrique Villa Verde, na série da Netflix "O mecanismo", da Netflix. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário