quarta-feira, 6 de março de 2019

Carnaval Recife 2019 é marcado pela inclusão

O que você achou? 

Intitulado 'Carnaval de todo mundo' o carnaval do Recife levou ao palco crianças com microcefalia, dançarinos da periferia e interpretes de libras.
Na última sexta-feira (1), teve inicio oficialmente o carnaval do Recife. Como de costume, o palco principal do marco zero foi cenário para o espetáculo de abertura.

Intitulado 'Carnaval de todo mundo' o carnaval do Recife levou ao palco crianças com microcefalia, dançarinos da periferia e interpretes de libras. Um casal de passistas com síndrome de down também participaram da abertura do evento.



Misturando cores, estilos musicais e danças, o funk da periferia teve espaço no palco. O grupo que é febre atualmente em Recife com o Passinho dos maloka representou a comunidade ao dançar ao som do frevo.

Durante os cinco dias de festa, o público do Marco Zero foi surpreendido com a performance de um casal de intérpretes de libras, Darley Santos e Pollyanna Alves fizeram sucesso ao traduzir músicas e falas para a língua dos sinais.



Músicas como "envolvimento" da pernambucana MC Loma e ''La Belle de Jour'' de Alceu valença ganharam uma tradução irreverente e conquistaram o público.

Jota Quest, Paralamas do Sucesso, Fafá de Belém, Gaby Amarantos e tantos outros nomes da cultura brasileira que passaram pelo palco do Marco Zero tiveram suas músicas traduzidas e demonstraram respeito pela causa destacando a importância dos profissionais em grandes eventos como esse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário