domingo, 10 de março de 2019

'Capital do Brega' reuniu três gerações do brega no Recife Antigo

O que você achou? 

Nomes como MC Sheldon, Eduarda Alves, Joelma, Michelle Melo e Banda Kitara  foram algumas das atrações do show realizado pela Rede Globo Nordeste.
Neste sábado (9), foi realizado no Cais da Alfândega o "Capital do Brega show" uma parceria entre a prefeitura do Recife com a Rede Globo Nordeste.

Um vídeo documentário produzido pela repórter Wanessa Andrade deu origem ao show que reuniu as três gerações do brega no mesmo palco.



A produção audiovisual foi exibida na emissora em novembro, contando  sobre a vida e carreira das cantoras, bandas e MCs que fazem muito sucesso em Pernambuco.

Com entrada gratuita e aberto ao público o show teve início pouco antes das 18h. O evento teve apresentação da repórter Wanessa Andrade e da "rainha das narrações" Alcione Alves.

O show foi todo gravado e dividido em três partes, a Globo irá transmitir em um programa especial.


Nova geração


Para iniciar o show e colocar o público para dançar o primeiro bloco deu espaço para os MCs Elvis, Cego, Sheldon, Roginho, Japão e Troia.




Mc Elvis foi a primeira atração e no palco relembrou toda a dificuldade que passou antes de se tornar artista e gravar seu primeiro sucesso. "Se estamos vivos é por que Deus tem um objetivo na vida da gente." disse o artista.

MC Cego foi a segunda atração, falou sobre estar nervoso  e também sobre os sentimentos de amor e alegria.

Mc Roginho - Veio do Arruda e também falou sobre as dificuldades para chegar onde está.

Mc Japão. - É de Abreu e lima e com um estilo bastante parecido com o funk carioca animou a galera. 

Mc Sheldon - Cantou seus sucessos como 'Meu corpo tá mexendo sozinho' e colocou o público para dançar.

Mc troia - Animou todo mundo com o sucesso 'Pode balançar'.


Clássicos românticos 


No segundo bloco subiram ao palco Eduarda Alves, Joelma,  Michelle Melo e Kelvis Duran além das Bandas Torpedo, Kitara e  Sedutora. 




Eduarda Alves  disse estar muito feliz, com menos de um ano em carreira solo a cantora representou o brega de pernambuco no palco e fez o público dançar agarradinho com seu estilo romântico.

Joelma - Cantou alguns dos seus maiores sucessos e agradeceu a seus fãs e a todos que acompanham e respeitam o seu trabalho.

Banda Torpedo - O cantor Deivison Kellrs ex vocalista da banda foi lembrado. A cantora disse que é uma honra estar no palco e enfatizou que o brega é cultura sim.

Kelvis Duran - O príncipe do brega também relembrou seus sucessos como: 'Que tontos que loucos', 'Perdoa-me' e 'Mover el esqueleto'.




Michelle Melo - Começou a carreira cedo, Reginaldo Rossi quem a batizou como rainha do brega. A cantora entrou como uma rainha no palco, com direito a coroa e muito brilho dourado, além de trocar o figurino no palco, o segundo look foi uma lingerie rosa.

Michelle agradeceu o amor do publico "Se não fossem vocês, nenhum de nós estaria aqui em cima".




Banda sedutora - O quarteto formado por  mulheres também levou o empoderamento feminino para o palco e fez todo mundo dançar ao som de 'Apaga a luz e vem deitar '.



Origem do brega

Para encerrar o show, o terceiro bloco foi marcado por homenagens e lembranças com as bandas Conde Só BregaThe Rossi Labaredas, Metade e o grupo Amigas do Brega.

Labaredas - Trouxe os clássicos 'Ninho de amor', 'Kelly' e  'Garotinha linda'.

Banda Metade - Sete dias de amor e Topo do prazer fizeram o público dançar muito brega raiz.




The rossi Reginaldo Rossi foi muito lembrando em todo o evento, como pioneiro do movimento brega em pernambuco. 'Lua de mel' e 'Garçom' foram alguns dos grandes clássicos do Rei que não ficaram de fora.

Conde só Brega - 'A vida é assim' e  'Azafama' foram as escolhidas para marcar o evento com dois hits do brega antigo.

Amigas do brega - O grupo formado por quatro cantoras com um projeto para relembrar grandes sucessos do brega escolheu 'Diário', 'Amor de rapariga', e 'Ânsia' para finalizar o evento.




Nenhum comentário:

Postar um comentário