domingo, 26 de maio de 2019

Zé Wendell estreia monólogo 'O Hétero' no Rio de Janeiro

O que você achou? 
Ator paraibano conta com a ajuda de financiamento coletivo para realização do espetáculo.

Na noite deste sábado (25), o ator Zé Wendell estreou no Teatro Municipal Café Pequeno, bairro do Leblon, Rio de janeiro, o seu primeiro solo performático  'O Hétero'.

Natural de Cacimba de dentro, interior da Paraíba, o ator que mora no Rio e faz parte da Companhia de Teatro Omondê, escreveu o espetáculo baseado nas suas próprias experiências pessoais, promovendo um debate reflexivo sobre o papel do artista brasileira na sociedade no momento atual. "Resolvi falar do meu quintal e botar a minha verdade pra jogo''. afirma Zé.

O Hétero é uma tragicomédia que conta com humor a história de "Fulano de Tal", um artista nordestino e sonhador que saí da sua zona de conforto e segue na tentativa de realizar seu maior sonho que é se tornar um protagonista de novela. 

Em busca dessa realização, Fulano de Tal segue sua jornada cheia de aventuras e desventuras carregando consigo a pluralidade que tem a cultura popular brasileira, incluindo o repente e a literatura de cordel, além da influência midiática da TV na década de 90.

No palco, diante do público, Zé fala do mundo sob diferentes olhares: O mundo do nordestino imigrante, do artista e do LGBTI ameaçado diariamente no Brasil. - País contabiliza o maior índice de morte desta população. 

O monólogo discuti a questão das minorias, aborda estigmas e é espelho da nossa sociedade atual.

Além do texto e da atuação, Zé Wendell também está a frente da produção do espetáculo que conta com: direção geral de Alice Steinbruck, direção musical do Marcelo Alonso Neves, cenografia assinada por Milka Quental, figurino Ticiane Passos, desenho de Luz feito por Ana Luzia de Simone, projeto gráfico de André Senna e assessoria de imprensa de Ney Motta. 


Financiamento Coletivo

Além de contar com a parceria de uma equipe de profissionais renomados, Zé Wendell recorreu a uma campanha de financiamento coletivo para realizar a montagem do espetáculo.

Na primeira etapa de arrecadação o valor estipulado é de R$10.000. Se a meta for alcançada, o valor será usado para pagar os custos básicos do projeto que envolve cenário, figurino, material gráfico e aluguel dos equipamentos.

Até agora somente R$4.140,00 foram arrecadados. A campanha segue recebendo fundos até o dia 10 de junho. 

Os valores para doação variam entre R$15 e R$1.000 com direito a recompensas. 


Confira o vídeo feito pelo ator que fala do projeto




Quem quiser contribuir e ajudar com o projeto é só acessar o site

O "Hétero" fica em cartaz no Teatro Café Pequeno, até o dia 17 de junho. Os ingressos custam entre R$40 e R$20. 


Serviço

O "Hétero"

Temporada: 25 de Maio a 17 de Junho 
Horários: Sexta-feira a Segunda-feira – 20h30
Local: Teatro Café Pequeno
Av. Ataulfo de Paiva, 269 - Leblon - Rio de Janeiro
Tel.: (21) 3111-2011 
Ingressos: R$ 40 (Inteira) / R$ 20 (Meia-entrada) 
Duração: 60 minutos
Classificação: 16 anos 




Nenhum comentário:

Postar um comentário