sábado, 12 de outubro de 2019

'Último Samba do Ano' será realizado no Recife em novembro

O que você achou? 

Foto: reprodução internet
Thiaguinho, Belo e Ferrugem comandam o evento que acontecerá no Centro de Convenções.
A área externa do Centro de Convenções receberá, no dia 30 de novembro, o Último Samba do Ano, promovido por Augusto Acioli. 

Uma despedida em grande estilo, com shows de Thiaguinho, Belo e Ferrugem, grandes nomes da música nacional atual. Na ocasião, serão apresentados shows completos dos três cantores. 



Ferrugem irá apresentar o novo DVD Chão de estrelas, o segundo DVD da sua carreira, que já está disponível em todas as plataformas digitais, no YouTube e nos formatos álbum e DVD físico.


Gravado na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro, a escolha do nome se deu pela proximidade e carinho com os fãs que o artista enxerga como “estrelas”.

O DVD, possuí 24 faixas, conta com direção de Anselmo Troncoso. Diretor responsável pelo primeiro DVD “Prazer, Sou Ferrugem”. E a produção musical ficou por conta de Lincoln Lima.

Contando com participações de: Ivete Sangalo, Léo Santana, Zé Neto e Cristiano, Lucas Lucco, Belo, Reinaldo e Tiee, que tornou o projeto diferente, com uma mistura de ritmos.

Os ingressos para o último samba do ano custam R$ 60 (Área VIP) e R$ 90 (open bar), à venda nas lojas Figueiras Calçados dos principais shoppings da cidade ou no site da Bilheteria Digital.

Um comentário:

  1. Evento muito mal organizado... o som não é suficiente para todo o local, poucos quiosques de bebidas para a demanda de pessoas, open bar de cerveja o pior que já frequentei, organização simplesmente amadora pela grandeza do show... É absurdo um evento nesta proporção não ter quantidade suficiente de quiosque de bebida para atender os clientes, qualquer pessoa que frequenta boas festas saberia fazer uma distribuição melhor de quiosques, os organizadores devem entender que um evento nesta proporção e com o tamanho do local tem que ter de 8 a 10 quiosques apenas para bebidas, ainda mais open bar... paguei por ingressos open bar onde para pegar a bebida era um esforço absurdo onde perdia entre 20 e 30 minutos do show para pegar uma cerveja ou pegar várias e ficar com cerveja quente. Se fizermos uma conta de um show de 6 horas a 140 reais, estou perdendo 1/3 do valor se eu resolver pegar cerveja 4 vezes na noite, ou seja, pagando para pegar cerveja.

    ResponderExcluir