sexta-feira, 8 de novembro de 2019

Cavalo Marinho um espetáculo em forma de aula

O que você achou? 
Seis municípios estão sendo contemplados com o Patrimônio Vivo de Pernambuco.

Após passar por cinco cidades do interior, o Cavalo Marinho Estrela de Ouro, Patrimônio Vivo de Pernambuco, encerra nesta sexta-feira (8), no Recife, a aula-espetáculo “No Passo e no Compasso do Cavalo Marinho Estrela de Ouro.

A ação tem uma abordagem histórica e sociocultural do Cavalo-Marinho, onde serão explanados a teatralidade, a música e a dança deste folguedo popular do terreiro pernambucano.

Dessa forma o público tem a oportunidade de conhecer os elementos mais tradicionais, como a história, as figuras (personagens), a interpretação, a musicalidade, as danças, as fantasias e adereços, além do Mestre contextualizar sua própria história e a do brinquedo, acrescentando as origens e influências ocorridas ao longo dos tempos.

Entre a explanação e as apresentações, é possível ainda conferir a origem e as performances das principais figuras; as músicas são apresentadas pelo Banco (o conjunto de músicos) e seus instrumentos como rabeca, bage, mineiro e pandeiro. 

Já as Danças, desenvolvidas pelos Galantes e Damas, mostram as tradicionais coreografias e evoluções com seus arcos decorados e fitas. Ao final dessa abordagem teórico/prática acontecerá também uma apresentação com o Cavalo Marinho Estrela de Ouro em uma verdadeira celebração de magia, arte e formação.

O projeto incentivado pelo Funcultura, Secretaria de Cultura e Governo de Pernambuco, promove, pelos lugares onde passou, uma culminância com a participação de um grupo/manifestação cultural de cada município contemplado, sendo eles, Condado, Tracunhaem, Limoeiro, Caruaru, Serra Talhada e Recife. 

Sobre o Cavalo Marinho Estrela de Ouro

Com quarenta anos de existência, o Cavalo Marinho Estrela de Ouro, com vários prêmios e honrarias, hoje, é o único com quatro gerações brincando juntas. Originário do município do Condado, a Terra do Cavalo Marinho, foi declarado como Patrimônio Vivo de Pernambuco, título outorgado em 2018 pela Fundarpe/Secretaria de Cultura de Pernambuco. 

Participou de inúmeros festivais, mostras e eventos na Mata Norte, no estado e em todas as regiões do Brasil, com apresentações e  oficinas de cavalo marinho (música, dança, máscaras, bordado de peitorais, confecção de arcos, etc.) em todo o país.

Seu Marcelo é o Mateus mais antigo em atividade, hoje com 82 anos de idade e mais de cinquenta anos executando o mesmo papel/personagem.

Cronograma da Aula-Espetáculo


Data: Sexta 08
Hora: 10h30
Local: Escola Estadual Caio Pereira
Atração Local: Caboclinho Tribo Carijós do Recife

Nenhum comentário:

Postar um comentário